Falcoaria, uma arte milenar

falcoaria história Brasil rapinantes

História

 

A Falcoaria é uma arte milenar que consiste no adestramento de aves de rapina para a captura de presas. É provável que seu desenvolvimento inicial tenha se dado em razão da necessidade de obtenção de alimento. Não há conhecimento de registros definitivos acerca de sua data e local de origem, mas acredita-se que tenha surgido há mais de 3700 anos na China, Mongólia e Pérsia.

A forma como a prática chegou ao mundo ocidental é desconhecida, mas o registro mais antigo de sua presença na Europa é uma representação datada de 500 d.C.. Localizado em Argos, na Grécia, este mosaico ilustra uma caça aos patos com utilização de aves de rapina.

Por volta de 750 d.C. surgiram os primeiros manuscritos ocidentais que se tem conhecimento sobre o assunto. Destaca-se aqui a publicação de De Arte Venandi cum Avibus, vasto tratado escrito por Frederico II, imperador da Alemanha, em 1247. Pouco a pouco a cultura europeia revestiu a Falcoaria com uma aura nobre e associou sua prática à sofisticação e à cultura tidas como "superiores". 

 

Representação que confirma a adesão da falcoaria entre reis e nobres.

falcoaria no brasil, história, curitiba, abfpar, rapipar, paraná,

Falcoaria

A Falcoaria é uma arte desenvolvida a partir da obervação e do raciocínio humano. Ela tem como base o estabelecimento de relações de confiança e troca entre seres humanos e aves de rapina. Entre suas ferramentas está a manutenção de abrigo adequado à ave, além de cuidados e alimentação, utilizadas para criar vínculos entre o falcoeiro e o animal.

Em consequência ao adestramento, as aves passam a entender falcoeiro como um parceiro de trabalho e se habituam a trocar as presas que perseguem e capturam por alimento fornecido por ele.

 

Associação falcoaria Brasil abfpar aves de rapina, preservação

Falcoaria no Brasil

 

 

Pouco sabe-se acerca da história da Falcoaria brasileira. Sua difusão e divulgação no Brasil foi potencializada a partir da criação da Associação Brasileira de Falcoeiros e Preservação das Aves de Rapina (ABFPAR), em 1997.

O desenvolvimento da Falcoaria no Brasil deste a criação da ABFPAR é notório. Com a popularização, associações surgiram em diversos estados e regiões com o objetivo de promover um crescimento orientado e a conscientização dos iniciantes. 

No Paraná, a RAPIPAR - Associação Paranaense de Criadores, Manejadores e Reabilitadores de Aves de Rapina foi criada em 2013. Deste então, a associação tem atuado na formação e orientação de falcoeiros, pesquisas, legislação, divulgação da Falcoaria enquanto cultura, técnica e arte.