Encontro reúne falcoeiros de diversos países

Fotos: Andréia Pisco, Renan Cardoso e Lorencia González


Entre os dias 06 e 10 de agosto, a cidade de Posadas, localizada na região de Misiones, na Argentina, recebeu a 46° Assembléia Anual de Delegados da Associação Internacional de Falcoaria e Conservação de Aves de Rapina, IAF. Realizado pela primeira vez na América Latina, o evento reuniu cerca de 300 falcoeiros do mundo todo para trocar de experiências e discutir sobre os avanços legislativos, culturais e práticos da Falcoaria em seus respectivos países.

Abertura da 46° Assembléia Anual dos Delegados do IAF



Na cerimônia de abertura estavam presentes o organizador do evento e delegado do IAF na América Latina, Henrique Rezende, Dr. Adrian Lombard, presidente do IAF, Ralph Rogers, vice-presidente das Américas, Prof. Dr. med. vet . Thomas Richter, vice-presidente da Europa, Bakyt Karnakbayev, vice-presidente da Ásia, África e Oceania, Hugo Passalacqua, vice-governador de Misiones e Viviana Rovira, ministra de ecologia da Argentina. A ABFPAR, Associação Brasileira de Falcoeiros e Preservação de Aves de Rapina, foi co-organizadora do encontro e esteve representada pelo presidente da associação e delegado do IAF no Brasil, João Paulo Diogo dos Santos.


O organizador do evento, Henrique Rezende, falou sobre o espírito da Falcoaria enquanto arte, cultura, conservação e patrimônio da humanidade; e ressaltou a importância da realização de um evento da IAF na América Latina, onde a Falcoaria tem se desenvolvido e disseminado.

O recente ingresso da América Latina no grupo de países associados ao IAF também foi citado pelo presidente da associação, Adrian Lombard, da África do Sul. Lombard pediu que os falcoeiros "promovam os valores da Falcoaria e trabalhos de conservação", falou sobre a relação entre as aves de rapina e as presas, desenvolvida naturalmente ao longo dos anos, exaltou a necessidade de compreensão dos animais e afirmou: "todos os falcoeiros são ambientalistas, por isso devem se preocupar com a conservação".


Adrian Lombard, presidente da IAF

Viviana Rovira, Hugo Passalacqua e Adrian Lombard



O vice-governador de Misiones, Hugo Passalacqua, falou sobre a honra de receber o evento e compartilhou a experiência pessoal de seu primeiro e emocionante encontro com uma Harpia, Harpia harpyja, "uma ave tão grande quanto eu", disse. O representante do governo de Misiones ainda falou sobre a relação intrínseca entre os falcoeiros e a biodiversidade e sobre a emoção de ver que cada falcoeiro "carrega 4.000 anos de Falcoaria, uma cultura de tempo e territórios".

Viviana Rovira, ministra de Ecologia, Hugo Passalacqua, vice-governador de Misiones e Adrian Lombar, presidente da IAF

Hugo Passalacqua fala de sua emoção ao ver uma Harpia



O evento de abertura também marcou o início da Festa das Nações, realizada na mesma cidade. Por fim, exaltou-se a Falcoaria, com troca de presentes entre os integrantes da mesa e representantes do governo Argentino.

Cerimônia de abertura do encontro do IAF e da Festa das Nações



Durante os quatro dias do evento, os representantes de cada país associado ao IAF se reuniram para discutir diferentes pautas relacionadas aos avanços e à situação da Falcoaria no mundo. Estes encontros aconteceram em um hotel local, onde grande parte dos participantes do evento também se hospedaram.

Uma parte do estacionamento do hotel foi cedido à organização para a exposição de aves de rapina e para socialização entre falcoeiros.

Exposição de aves do Guiraóga, centro de resgate, reabilitação, reprodução e reintrodução de fauna silvestre autóctona



Gavião-pato, Spizaetus melanoleucus

Gavião-pato, "Spizaetus melanoleucus"



Gavião de penacho, Spizaetus ornatus

Agustin Anzóategui, médico veterinário do Guiráoga, com Gavião-de-penacho, "Spizaetus ornatus"




Gavião-pega-macaco, "Spizaetus tyrannus"



Diariamente os falcoeiros vindos de países como África do Sul, Holanda, Catar, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai, México, Estados Unidos, França, Alemanha, Canadá, Brasil, China, Colombia, Costa Rica, Emirados Árabes Unidos, Eslovaquia, Espanha, Inglaterra, México, Japão, e outros se encontravam para trocar experiências.


Para Alessandra Oliveto, diretora secretária da ANF, Associação Nordeste de Falcoaria, e fundadora do grupo "Falcoeiras BR", o encontro foi crucial para revelar aos órgãos de Misiones o importante trabalho que a Falcoaria desenvolve na conservação e preservação de aves de rapina e outras espécies. De acordo com a falcoeira, o evento "proporcionou aos falcoeiros do mundo todo a oportunidade de compartilhar conhecimento e histórias, além de possibilitar a troca de informações sobre a realidade da Falcoaria em cada país."


Alessandra Oliveto com "Parabuteo unicinctus"

Mais do que o contato com falcoeiros de diversos países, o evento abriu portas para alianças que incluem a aceitação da ANF pela IAF, avanços na parceria entre a ANF e a ABFPAR e a primeira reunião com algumas falcoeiras brasileiras do grupo "Falcoeiras BR". Alessandra concluiu, " isso tudo só tem a acrescentar para a Falcoaria brasileira e mundial. Nem todos falavam a mesma língua, mas quando o assunto era Falcoaria, todos se entendiam."



Falcoeiros reunidos para apresentação de vôo com Águia Chilena, "Geranoaetus melanoleucus"




ATIVIDADES:


O evento tem como foco a reunião dos delegados e associados do IAF para a discussão de diversas pautas como a entrada de 26 novas associações, bem como a definição dos membros do quadro executivo do IAF.

As outras atividades realizadas contemplavam apresentações de técnicas e vôo com águias, falcões peregrinos, falcões de coleira e gaviões, palestras sobre técnicas de Falcoaria, técnicas de reprodução e experiências de conservação, encontros de campo, com demonstrações de caça, e sorteio de prêmios.


Em sua palestras, o brasileiro Gustavo Diniz, presidente e sócio-fundador da SOS Falconiformes, abordou aspectos da reprodução e conservação do Falcão-de-peito-laranja, Falco deiloreucus. O SOS Falconiformes é um Centro de Pesquisas para a Conservação das Aves de Rapina Neotropicais criado em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O falcoeiro colombiano e especialista em manipulação de aves de rapina da Fundação Águilla de los Andes, Alex Ospina, abordou programas de conservação desenvolvidos na fundação e o projeto de conservação do Spizaetus isidori, também conhecido como Águila Poma ou Black-and-chestnut Eagle.

A Marshall, empresa que oferece equipamentos de telemetria, utlilizados para a localização das aves, aproveitou o evento para a apresentação do seu novo GPS. O equipamento fora apresentado, acoplado a um Falcão-peregrino, Falco peregrinus, para ser testado e, depois, teve os resultados do vôo registrado anteriormente divulgados e avaliados.

Apresentação de vôo com Águia-chilena, "Geranoaetus melanoleucus"


Águia-chilena, "Geranoaetus melanoleucus"



Reunião para assistir apresentação de vôo com Falcão-peregrino, "Falco peregrinus"






Encontro em campo para apresentação de caça com Falcão-peregrino, "Falco peregrinus"



,

Encontro em campo para assistir à apresentação de caça com Falcão-de-coleira, "Falco femoralis"

Dorival Lima, presidente da ANF, filmou e disponiblizou o vídeo da atividade com falcões-de-coleira. Assista:

#cetreria #falconer #falconry #falcoaria #argentina #Misiones #Posadas #IAF #aves #rapinantes #avesderapina #RAPIPAR #ABFPAR #ANF

Featured Posts
Recent Posts